Fórum para todos os escritores e leitores de fanfictions em português.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 My Endless Night - Prologo + Cap 1

Ir em baixo 
AutorMensagem
moonie
fanfiction lover.
fanfiction lover.
avatar

Feminino Número de Mensagens : 49
Idade : 25
Localização : Coimbra
Eu digo : Vives na certeza? Duvida e desce para a realidade.
Data de inscrição : 15/12/2008

MensagemAssunto: My Endless Night - Prologo + Cap 1   Qui Jan 01, 2009 11:01 am

Hey hey hey! Decidi comecar a postar esta fic, ja que ja esta completa.

Quem ja leu, nada de spoiles! Quem nao leu, have fun x) Ah, e tem algumas ligeiras modificacoes quanto ao original.

Título: My Endless Night
Fandom: None
Tipo: Capitulos (40 + Prologo xD)
Gênero(s): Romance, alguma Angst, entre outras coisas
Pairing(s): PFO/PMO (muitas delas! xD mas nao vou spoilar!)
Classificação: PG-13
Avisos: Tem vampiros, e ha uma altura em que e mesmo triste. O que aparece em italico no inicio dos capitulos sao os pensamentos da personagem.
Sumário: Quando o nosso pior pesadelo se torna realidade.. o que fazemos?
Disclaimer: Todas as personagens sao minhas ^^
Soundtrack:



--- x - x ---


Prologo


Toda a gente tem medo.
Medo do escuro, medo dos terrores nocturnos.
Terrores nocturnos.
São eles que nos assolam o sono, que nos provocam insónias.
Chamam-lhes pesadelos.
Será que são? Ou são reais?
É disso que o medo se alimenta.
E o medo torna-os reais.
À noite, quando a lua substitui o sol no céu estrelado, as fantasias, as más, vagueiam pelas ruas como se fossem senhoras delas.
E são.
Elas alimentam-se dos medos que as pessoas irradiam.
Aprendi da pior maneira que o meu maior medo é realidade.
Eu tinha medo de seres como eu, agora.
Receava tornar-me nisto que sou.
Implorava por não me tornar neste monstro.
Mas só fez pior. Porque, além do sangue, eles alimentam-se do medo.
Não tenhas medo.
Vem ao meu mundo, vê através dos meus olhos.
O meu nome é Rose e sou vampira.
Esta é a minha história.


Capitulo 1


Ja imaginaste o que seria se tivesses tudo o que queres?
Tudo, sem limites?
Eu tinha.
Tinha tudo o que o dinheiro podia comprar e o que não pudesse comprar adquiria com a minha beleza.
Nunca olhei a meios para atingir os meus fins.
O mundo girava à minha volta.
Nada me podia parar.



Faltavam 15 dias para as férias de Verão.
O dia começou como sempre, o despertador a tinir nos meus ouvidos, irritantemente.
Depois de muito resmungar, levantei-me e fui à casa-de-banho. Descarreguei a minha bexiga e tomei um banho quente. Confirmei a minha mala e fui-me vestir. Para não variar, vesti uma mini-saia de ganga que exibia as minhas esbeltas pernas e um top vermelho sem costas que mostrava descaradamente os meus atributos. Voltei à casa-de-banho para aplicar a camada diária de maquilhagem e sequei o meu cabelo negro com a toalha, deixando-o cair em cascata pelas minhas costas. Calcei um par de botas de salto pretas que me chegavam aos joelhos, peguei na mala e saí do quarto.
Dirigi-me à cozinha grande, atravessando dos corredores imensos da casa, onde peguei numa maçã, encostando-me ao balcão enquanto a mordiscava.
O meu irmão mais velho, Ephram, entrou na cozinha. Eu e ele éramos completamente opostos. Eu era a rapariga popular, ele pertencia ao grupo dos deixados de fora. Eu era "beta", ele era punk rocker. Eu estava na claque, ele tinha uma banda de rock. Como podes ver, tinhamos muita coisa em comum.
- Bom dia, princesa não-me-toques-que-desafinas.
Olhei em volta para a cozinha com cara de espantada e vi que só estávamos os dois.
- Olha, o falhado falou comigo. - fechei uma mão em punho e bati com ela no meu peito fingindo uma cara emocionada - Oh, é o dia mais feliz da minha vida! - o sarcásmo foi notável.
Ele fechou o frigorífico onde havia ido buscar um pacote de sumo e mostrou-me "o" dedo. Saiu da cozinha deixando-me sozinha com os meus risos.
Ainda a sorrir, coloquei o que restava da maçã no caixote do lixo, passei as mãos por água (as unhas não podiam ficar sujas e/ou estragadas) e dirigi-me à garagem pela porta dos fundos.
Abri a mala, tirei o telemóvel e a chave do carro que me haviam oferecido no meu 17º aniversário (o último) e encaminhei-me para o BMW M3 cromado que esperava por mim.
- Bom dia, bebé! - sorri e passei a mão pelo tejadilho reluzente.
Entrei no carro, pus a mala no banco de trás e abri a porta da garagem com o comando. Liguei o carro e saí em direcção à luz do sol californiano.
Peguei no telemóvel e marquei o número para o qual mais vezes ligara.
- Olá, cabra. - disse a voz do outro lado da linha.
- Oi. Olha, estou a sair de casa. Despacha-te.
- Já estou à tua espera.
- Espero bem que sim. Até já, cabra. - e desliguei.
Depois de descer a rua, virei à esquerda e segui em frente em mais uma das ruas de Beverly Hills. Quando parei em frente à sumptuosa casa da Abby, apitei e confirmei se a maquilhagem estava toda em ordem.
Pouco depois, ela saiu de casa. Abigail Cooper era uma rapariga superficial, como eu. Com o cabelo loiro oxigenado esticado até ao fundo das costas, o seu vestuário era mini-saia e top, com maquilhagem abundante.
Entrou no carro e colocou a mala no banco de trás.
Assim que a porta se fechou, carreguei no acelarador em direcção à escola.
- Então, cabra? Novidades? - perguntei
Ela torceu o nariz e encolheu os ombros.
- Acabei com o Nick ontem à noite.
Suspirei.
- Logo à tarde, já ninguem vos vê. Vão para o celeiro do tio dele e...
- E nada! - interrompeu-me.
Revirei os olhos.
- Pois sim.
- Então e tu e o Jesse?
- O que é que tem eu e o Jesse? - mexi-me desconfortavel no banco de pele.
- Já estão bem?
- Sim... olha, chegámos à escola. Falamos depois. - disse, tentando mudar de assunto. Estacionei o carro e saímos as duas, tirando as malas e colocando-as ao ombro.
Encaminhámo-nos para a entrada da escola, gingando as ancas para que a atenção de todos os rapazes fosse dirigida a nós, conseguindo-o facilmente.
Chegámos à nossa mesa habitual, pousámos as mochilas e sentámonos na mesa (sim, porque não dava estilo sentar nos bancos de pedra).
Jesse, o meu namorado na altura, aproximou-se. Eu sorri e, quando ele chegou junto de mim, descruzei as pernas para que pudesse chegar junto a mim. Beijámo-nos ardentemente, como sempre. Quando nos separámos, ele ajeitou o cabelo loiro e pousou a mochila. Apoiou o braço musculado na mesa.
- Bom dia, querida. Oh, olá, Abby.
A minha amiga sorriu mas depressa se levantou para ir ter com Nick, que avistara.
- Hm... Rose, querida, preciso de falar contigo.
- Fala. - disse, enquanto enrolava uma mexa de cabelo nos dedos.
- Falamos depois das aulas. - disse, quando a campaínha tocou - Vamos, eu levo-te à sala.
Claro que levava. Era sempre assim. Ele adorava vangloriar-se comigo pelos corredores, passeando-me como se eu fosse um troféu, mostrando aquele sorriso matador às raparigas que dariam tudo para estar no meu lugar. Mas eu não me importava. O facto de Jesse andar comigo fazia com que os rapazes estivessem todos caidinhos por mim. Estratégias, era como eu lhe chamava, para quando este namoro acabar, ter o rapaz que quiser aos meus pés.
Basicamente, o nosso namoro era um pacto de interesses. Eu não o amava, ele não me amava. Longe disso. Podemos dizer que éramos interesseiros e que este namoro nos convinha. Alem da relacao fisica, que era... aceitavel.
Desci provocantemente da mesa (deixando uns quantos rapazes babados a olhar para mim) e entrelacei o meu braço com o de Jesse.
Enquanto entrávamos no bloco, observei o meu irmão e o grupinho dele rindo às gargalhadas. Para falar na verdade, na altura não o admitia, mas tinha inveja das amizades dele. Eu não sabia o que era ter um amigo verdadeiro.
Quando o meu olhar se cruzou com o de Ephram, ele olhou-me com desdém e eu retribuí. Nunca, nunca iria mostrar o meu ponto fraco.
Eu e Jesse seguímos e caminhámos de cabeça erguida para mais um dia de aulas.
Nesse dia nao sabia, mas hoje sei que foi um dos meus últimos dias normais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://palavrasoltas.com.sapo.pt
Peter_Inc
fanfiction addict.
fanfiction addict.
avatar

Masculino Número de Mensagens : 95
Localização : Moita
Hobbies : Eu escrevo, componho, toco guitarra/piano/violino, obsessão por Anime (Naruto especialmente)...
Data de inscrição : 15/12/2008

MensagemAssunto: Re: My Endless Night - Prologo + Cap 1   Qui Jan 01, 2009 4:38 pm

Bom, tudo o que vou dizer vai ser spoiler, portanto:

Spoiler:
 


Disse pouco, mas o suficiente para preceberes como ADORO esta fic..


Kisses*

blowkiss
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
My Endless Night - Prologo + Cap 1
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Last Friday Night
» 02. Shiny lights in the night

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
fanfiction PT :: fanfiction. :: originais e outros.-
Ir para: