Fórum para todos os escritores e leitores de fanfictions em português.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 I belong to you, forever (?) -2º capitulo

Ir em baixo 
AutorMensagem
anny.
fanfiction lover.
fanfiction lover.
avatar

Feminino Número de Mensagens : 20
Idade : 24
Localização : Ourém.
Hobbies : Mobile, serve?
Data de inscrição : 14/12/2008

MensagemAssunto: I belong to you, forever (?) -2º capitulo   Sab Jan 17, 2009 5:23 pm

Olá ú.ú Tudo bem'zinho? Espero que sim, porque comigo não está, loubéés.
Continuo a achar um crime postar aqui a minha FanFiction porque isto está completamente horrivel e dramático. Mas como esta FanFic é extremamente especial para mim, eu achei que teria um significado bonito postar.
Bom, eu não sei se alguém vai ler, ou se alguém irá, no minimo gostar... Mas (...) O primeiro capítulo, como é natural, não será dedicado a ninguém, mas a partir daí, se tiver comentários, vou dedicando.
Não vou postar nenhuma introdução e vou começar já pelo primeiro capítulo porque eu não tenho muita imaginação para introduções e acho que morre um bocado porque pronto, não sei... Mas posso já adiantar que a personagem principal se chama Heidi e é muito sensivel e é exactamente por isso que a história é dramática. O par amoroso aqui é Bill/Heidi, mas, como eu ainda não acabei a Fic, não sei se vão ficar juntos, e mesmo que soubesse não dizia. Mwahahahahaha. :33 parei.
Eu penso que não tenho mais nada a dizer.
Só um aviso, tens comprimidos para o enjoo ao pé de ti? Então, vai buscar, amor <3
Presente (?): Um enorme beijinho.


Título: I belong to you, forever (?)
Fandom: Tokio Hotel
Tipo: Por capítulos.
Género(s): Drama, Angst, Romance, Mary-Sue.
Pairing(s): Heidi-Bill, Kristin-Tom (é assim?)
Classificação: PG-13 (acho)
Avisos: --
Sumário: --
Disclaimer: Nhaknhak. A Kris é minha e ninguém lhe toca.. A outra, eit. O Bill e o Tom e idem aspas as restantes pessoas conhecidas não me pertencem porque eu ainda não tive oportunidade de ir à Deutshlândia ^^



Capitulo 1

Vivíamos em Berlim, na Alemanha. Éramos quatro naquela enorme casa. Eu, a minha irmã, Kristin, a minha mãe, Eva, e o meu pai, Ludwig. A minha mãe tinha uma grande loja de roupa. Ganhava muito com isso. O meu pai era guitarrista numa banda de rock. Por isso não podia dizer que vivia mal. Todos os anos íamos durante o verão, quase todo, para ilhas paradisíacas sei lá bem em que continente. A nossa casa era um autêntico palácio. Na frente existia um enorme jardim cheio de flores lindas e com montes de borboletas a voarem por ali. Nas traseiras havia outro enorme jardim, mas este era centrado por uma grande piscina, e algumas árvores à sua volta. A casa era branca e os alumínios eram azuis. Como eu amava aquela casa. Porém, existia algo que estragava tudo naquela vida tão, aparentemente, feliz. Faltava-me carinho, amor, compreensão. Apenas junto de uma pessoa eu o conseguia… Era junto a ela, da minha irmã. Era a ela que confessava tudo, era com ela que eu me abria para contar todos os problemas da minha vida, era no ombro dela que eu chorava quando algo me fazia chorar, era com ela que eu ria e me divertia. Ela, a minha Kristin, era a minha vida e sempre será. Nunca senti uma mão amiga da minha mãe, nem do meu pai.
Agora, passo por uma fase ainda mais complicada. Os meus pais estão em crise. Mas não crise de dinheiro. É aquela crise que acontece com os casais, quando não dão o devido amor um ao outro, quando ligam demais ao trabalho e quando se esquecem que têm filhos para criar. Chegamos ao tão esperado dia. O dia do nosso aniversário. Ah! Claro. Eu e a minha Kris somos gémeas e hoje, dia 2 de Setembro fazemos 13 anos. Levantei-me da minha cama, sem fazer muito barulho, pois não queria acordar a pessoa que dormia na cama ao lado da minha. Desci as escadas de mansinho. Dirigi-me à sala, sentei-me confortavelmente no sofá e liguei a televisão. Olhei para a mesa pequenina da sala e vi um envelope amarelo estilo antigo, muito bem fechado, com algo escrito na sua capa, Für Kristin und Heidi Wilfried, peguei nele com todo o cuidado e abri-o. Lá dentro estava uma carta. Desembrulhei e comecei então a ler.

' Minhas queridas filhas, Kristin e Heidi, escrevo esta carta para vos dizer que, apesar de tudo, vos amo eternamente. Sei que fui uma péssima pessoa para vocês, não vos dei a devida atenção durante os 13 anos que passaram. Sei que não acompanhei o vosso crescimento como deveria. E sei, que apesar de serem novas, sofreram muito com isso. Sabem que entre mim e o vosso pai, as coisas não iam bem, por isso mesmo, fui embora. Desapareci dessa casa, abandonei essa vida falsa que levava. Peço desculpa por vos fazer sofrer. Peço desculpa do fundo do meu coração. Prometo um dia voltar. Espero que me perdoem por tudo. Sejam felizes com o vosso pai, já que eu nunca o consegui ser. Amo-vos minhas filhas. Nunca duvidem disso. Ficarão para sempre no meu coração.
Adeus e um até sempre. Beijinhos da vossa mãe que vos adora! Eva Wilfried. '


O sorriso que existia na minha cara quando acordei naquele dia de manhã, já não existia. Desatei a chorar, silenciosamente para que ninguém me ouvisse. Uma e outra lágrima caíram sobre o papel que me deixou triste e mais infeliz do que já era. No cantinho desse mesmo papel, existia uma lágrima, uma lágrima que passava para mim dor e tristeza. Lágrima que não era minha, mas sim dela, da minha mãe.
Continua...


Última edição por anny. em Qui Fev 05, 2009 12:36 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
sara_
newbie.
newbie.
avatar

Feminino Número de Mensagens : 10
Hobbies : Dormir
Eu digo : "Se pudesse, hibernava"
Data de inscrição : 17/12/2008

MensagemAssunto: Re: I belong to you, forever (?) -2º capitulo   Dom Jan 18, 2009 9:46 am

Eu gostei do primeiro capitulo, a história parece-me ser interessante (:
Digamos que sou um bocado suspeita para falar, adoro qualquer coisa que tenha drama aos montes, por isso, se esta fic está repleta de drama, acho que vou gostar.

kiss
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
anny.
fanfiction lover.
fanfiction lover.
avatar

Feminino Número de Mensagens : 20
Idade : 24
Localização : Ourém.
Hobbies : Mobile, serve?
Data de inscrição : 14/12/2008

MensagemAssunto: Re: I belong to you, forever (?) -2º capitulo   Qui Fev 05, 2009 12:25 pm

sara_ escreveu:
Eu gostei do primeiro capitulo, a história parece-me ser interessante (:
Digamos que sou um bocado suspeita para falar, adoro qualquer coisa que tenha drama aos montes, por isso, se esta fic está repleta de drama, acho que vou gostar.

kiss

Obrigado.
Ainda bem que gostas-te (:
Lol, eu não sou lá muito boa a escrever drama, mas vamos ver o que sai weirdface
Beijinho hug
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
anny.
fanfiction lover.
fanfiction lover.
avatar

Feminino Número de Mensagens : 20
Idade : 24
Localização : Ourém.
Hobbies : Mobile, serve?
Data de inscrição : 14/12/2008

MensagemAssunto: Re: I belong to you, forever (?) -2º capitulo   Qui Fev 05, 2009 12:33 pm

Hello =DD


Mais um capítulo * e agradeço, again à sara_ por ter comentado.
Beijinho.

Música: Funeral For a Friend - You're revolution is a joke




Capitulo 2


Li a carta. Voltei a ler. Chorei até não ter mais lágrimas. Senti o mundo cair sobre mim. Pensei que tudo estivesse contra mim e que a minha vida iria acabar ali, naquele momento. Coloquei a carta em cima da mesa, de novo dentro do envelope. Deixei tudo como tinha encontrado. Não parei de chorar, mas ganhei coragem, subi as escadas e dirigi-me até ao meu quarto. Ela dormia que nem um anjo. Dormia bem como que se a vida lhe estivesse a correr às mil maravilhas. Apreciei-a durante uns minutos... Como eu gostava de a ver. Tinha um sorriso nos seus lábios que eu invejava. Olhei à minha volta, o mundo parecia ter parado. Deitei-me de novo na minha cama, agarrei-me ao peluche que a minha mãe me deu quando completei 3 aninhos e chorei, silenciosamente, mas chorei.

***


Pai – Kristin? Heidi? Acordem, pequenas. Já é dia… – Aos poucos fui abrindo os olhos. A luz entrava no meu quarto através da janela meio aberta. Notei uma diferença no meu pai. Parecia querer proteger-nos. Parecia, agora, depois de 13 anos sem nos dar atenção querer ser um bom pai e viver feliz com as duas filhas que teve com a mulher que o abandonou. Ele já tinha lido. – É o vosso dia, meus amores! - Já tinha chorado e já estava ali, pronto para começar uma nova vida, longe de todas as riquezas e de todos os falsos carinhos que nos dava perante os outros que o consideravam um ídolo. Apreciei a força do meu pai, e senti uma raiva enorme da minha mãe. Como era possível ela sentir tudo aquilo que dizia na carta, quando nos tinha acabado de abandonar? Não percebo o porquê disto tudo. Não percebo as razões dela, não encaixa de maneira alguma.
Voltei a chorar. Senti o choro da minha irmã ali, ao pé de mim. Até ele, ele que se dizia ser forte chorou. Largou uma pequena lágrima, seguida de muitas outras.

***


Passaram-se dias, passaram-se meses e a dor de não ter por perto aquela que se dizia ser nossa mãe e que dizia amar-nos para todo o sempre, era cada vez menor, mas ainda custava tanto. O nosso pai não se queria prender ao passado e a recordações inúteis e por isso refez a sua vida, ao lado de alguém que o ama verdadeiramente. Alguém que sabe o que é amor. Alguém que o faz feliz. Mudamos de casa, mudamos de cidade. Mudamos a nossa vida por completo. O meu pai deixou a banda e dedicou-se a ensinar aos mais novos aquilo que ele aprendeu com a experiência. Ele estava diferente e nós sentíamos isso. Sentíamos que ele estava feliz e que, finalmente, se lembrou que tinha duas filhas que o amavam, mesmo depois de tudo o que aconteceu no passado.
Já com os meus 15 anos feitos, sinto o que é ter um pai presente que me dá amor, carinho e atenção. Uma madrasta que ocupou na perfeição o lugar de uma mãe que nunca tive. Ganhei dois irmãos espectaculares que, tanto a mim como à minha irmã, apoiam e defendem sempre. E sabes, diário? Confesso-te que um deles mexe tanto comigo. Juro que não sei explicar... Até porque eu sinto que ele sente o mesmo por mim, quero dizer, sente (?) eu nem sei ao certo o que ele significa para mim. É querido, é simpático, está lá quando preciso, é giro, úh, é tudo o que eu sempre sonhei ter a meu lado. -- Oops. Dinner's ready.
Continua...



Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: I belong to you, forever (?) -2º capitulo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
I belong to you, forever (?) -2º capitulo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» O Livro de Kraus - Capitulo I
» Olá...
» Blog Episódio G, eventos.
» [Capítulo 1] Adventure's Dawn!
» [Indicação] Watashi ni XX Shinasai!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
fanfiction PT :: fanfiction. :: bandas :: tokio hotel :: mary-sue-
Ir para: